Doação de sangue: Thiago Luiz Coelho Vieira

Quando alguém necessita de ajuda, se não podemos ajudar de outra forma, divulgar é o mínimo! Orar e enviar bons fluidos é fundamental e poder ajudar a encontrar alguém que possa fazer mais é essencial!

A Marina me ensinou muito sobre luta e ainda mais sobre o quão importante é formar uma corrente do bem! É por isso que não mais me omitirei.

Repasso, assim, o apelo que recebi ontem:

Thiago Luiz Coelho Vieira, 16 anos, teve diagnosticada uma Leucemia Mielóide Aguda M3, no dia 28 de março de 2012. No momento encontra-se internado na Unidade de Transplante de Medula Óssea do Hospital Governador Celso Ramos (Florianópolis-SC), onde está sendo submetido a Quimioterapia.

Seu tipo sanguíneo é o AB+, o receptor universal. Porém, ele está precisando com URGÊNCIA de plaquetas e de um componente do sangue muito importante para seu tratamento neste momento, chamado CRIOPRECIPITADOS, que só pode ser do mesmo tipo sanguíneo. Como seu sangue é muito raro, menos de 5% da população, estamos pedindo a colaboração de todos na divulgação e também na doação.

Importante:

Quem puder ajudar é só comparecer no HEMOSC de sua cidade e identificar-se como doador de sangue para Thiago Luiz Coelho Vieira e, não esquecer de pedir para coletar o Crio.

Assim, meus amigos, peço que aqueles que se enquadrarem nos requisitos acima e puderem ajudar o Thiago, que o façam sem pestanejar! Nosso mundo precisa um pouco mais de atitude, de caridade, amor e compaixão!

Acredito que ainda podemos ser melhores!

Anúncios

Marina

É com muita tristeza e com o coração sufocado que lhes conto o desfecho da batalha que Marina travava contra um agressivo e veloz câncer (Força Marina). Nossa Marina deixou este plano para tornar-se um espírito livre e saudável, tornou-se um anjinho, uma estrela iluminada que está em todos os lugares.

Penso que tudo o que ela buscava era conquistar a vida em seu sentido pleno novamente, o que já não lhe era mais possível por entre a gente.

Que Deus cuide para que todos se confortem!

Uma criança tão querida e gentil como a Marina não gostaria de ver sofrer aqueles a quem amava, especialmente seus pais, que tudo fizeram e o mundo moveram para buscar a cura!

A Marina foi uma guerreira e teve muita ajuda de pessoas que a amavam e de outras tantas que sequer a conheciam, seja por doações, seja por orações! Marina descansa e já não sofre com a agressividade da cruel doença que a assolava.

Obrigada a todos que estiveram ao nosso lado!

Peço-lhes, apenas, que orem para que seu espírito esteja em paz! Ajudem-nos, agora, a dar forças para a família, pois é grande a tristeza e o sofrimento que aflige seus corações!

 

Desistir não é perder, desistir não é fraqueza! É ter a sabedoria de entender quando é chegada a hora de parar.

 

Pandora: Culpada das intolerâncias!

Intolerância! Devo dizer que sou intolerante! Sou radicalmente intolerante! Sou repulsivamente intolerante!

Não tolero intolerância, em todas as suas vertentes!

Não tolero pessoas que discriminam o diferente!

Não tolero pessoas que maltratam e humilham seres vivos!

Não tolero quem cria pré-conceitos antes mesmo de saber ou conhecer!

Não tolero quem se acha melhor do que os outros!

Não tolero violência, crimes e marginalização!

Não tolero quem acha que tudo tem que vir fácil!

Não tolero corrupção e desonestidade!

Não tolero a maldade e o egoísmo!

Não tolero a depredação à natureza, aos bens públicos e particulares, aos bens históricos, a qualquer coisa fruto do esforço e empenho de outrem!

Sou agressivamente intolerante, pois não tolero os falsos moralismos e mentiras que os Homens pregam todos os dias!

Absurdamente intolerante! Eu sou, pois não tolero os males que assolam a alma e a consciência humanas, tampouco tolero as atitudes de cada um de nós!

Não tolero a forma como caminhamos para trás e regredimos!

A evolução de fato deve harmonizar com a bondade, a caridade, as boas intenções e atitudes!

Os males escaparam por entre os dedos de Pandora e germinaram no ser humano!

Onde está, pois, a esperança de que as ervas daninhas sequem e a calamidade em  nossas almas se reverta em Bem?

Marina: Sua luta! Nossa luta!

Marina

Meus amigos, lembram-se da Marina? Aquela menina linda da qual falei um mês atrás, no post Força Marina!

Meu silêncio não significa que os problemas acabaram! Nossa querida Marina continua em sua luta contra o câncer!

A doença que a aflige é muito agressiva e está estrangulando a medula espinhal, por isso, já não bastasse todo o martírio, ela sofre com a paraplegia. Graças a Deus, há algumas semanas, ela consegue sentir, às vezes, coisas como um sapato apertado.

Ela tem feito seções de quimioterapia e, em breve, seu tratamento passará a ser feito por meio de radioterapia e TEMODAL. Ocorre, meus amigos, que o TEMODAL é um remédio extremamente caro! Por isso, rogo-lhes que ajudem a Marina com o que puderem! Se não for possível participar com doações, imploro que ajudem com orações e divulgação!

Vamos aumentar essa corrente do bem que circunda a Marina e travar essas batalhas ao lado dela!

Uma pessoa sozinha não tem força para enfrentar todas as adversidades. Uma multidão, ligada pelos mesmos sentimentos e intenções, pode mover o mundo!

Agradecemos a todos os que estão se unindo a nós nessa corrente do bem!

Quem quiser acompanhar a evolução da Marina, basta espiar o site http://www.forcamarina.com.br/.

Força Marina!

Força Marina

Marina

 

O ser humano é um ser que não crê! Um espelho fiel de São Tomé, pois só acredita de fato quando vê.

Quando vemos correntes, seja por e-mail ou por redes sociais, pedindo ajuda a uma criança que passa por dificuldades e precisa de nossa ajuda, qual é a primeira reação??? A descrença! Tão logo ali botamos os olhos, depositamos uma tarja preta e tachamos aquilo de mentira, invencionice, oportunismo!

Pago por minha descrença, caros amigos!

Marina é minha prima, uma graciosa criança de 10 anos! Ela é adorável e gentil, atenciosa e afetuosa! Apesar de ser apenas uma criança, guardando toda a pureza que nos falta, ela foi posta diante de uma dificuldade que muitos de nós não precisarão enfrentar, jovens ou velhos! Uma criança guerreira e posta ao dissabor de uma doença grave.

Neste fevereiro, Marina foi diagnosticada com neoplasia maligna na coluna e na medula espinhal. Ela tem câncer!

Meus amigos, não pequem como eu pequei com outras crianças! Rogo-lhes que acessem o blog que a família criou Força Marina e ajudem como puderem! Seja enviando bons fluidos e orações à doce Marina, para que ela seja curada em breve e possa se recuperar rapidamente, seja auxiliando com doações que serão revertidas para o tratamento.

Que Deus ilumine sempre e sempre a Marina e lhe dê forças para superar!