Pa-Kua

O Pa-kua (“Oito Mutações”) é um milenar conhecimento chinês representado pelo Ba-gua, qual seja o símbolo do Yin e do Yang circundado pelos oito trigramas que representam as energias que influenciam todas as mudanças.

O I Ching, o livro das mutações, é um dos grandes alicerces para essa densa filosofia, segundo a qual inexiste um estado definitivo e permanente, ou seja, tudo está em constante mudança. O discernimento é a difícil tarefa que implica compreender as energias e conhecer a melhor forma de trabalhá-las, os melhores caminhos a serem tomados, as melhores escolhas a serem feitas, a fim de que as mudanças sejam benéficas e harmônicas.

O Pa-kua foi amplamente difundido no mundo, sendo aplicado, por exemplo, nos princípios do Feng Shui e em estilos de Kung Fu, tendo em vista que alguns mestres desta arte aprenderam o denominado Pa-kua Chuang.

Com o anseio de difundir ao ocidente o antigo conhecimento chinês, o Mestre Rogelio I. M. Giordano Magliacano, em 1976, criou métodos para tornarem mais didática a transmissão dos conhecimentos, adotando o uso de faixas de graduação que representam as oito mutações.

O ensino adotado na Liga Internacional do Pa-kua foi dividido, pelo Mestre Magliacano, em disciplinas, representando diferentes caminho de se adquirir o conhecimento do Pa-kua. Desta forma, temos:

  • Arte Marcial;
  • Armas de Corte;
  • Acrobacia;
  • Tai Chi;
  • Reflexologia;
  • Ritmo;
  • Yoga Chinesa;
  • Energia.

Feita esta breve, e superficial, introdução. Prossigamos.

Desde janeiro/2011, orientada pelo Mestre Daymont, terceiro grau, sou aprendiz de Pa-kua Marcial.

O Mestre Daymont está inaugurando sua própria escola de Pa-kua, no Município de Curitiba – Paraná, a qual está instalada Rua Dr Carlos de Paula Soares 446, loja 3, no Bairro Mercês.

Convidamos todos para conhecerem a nova escola e praticar conosco. Para maiores informações, podem entrar em contato com o Mestre Daymont pelo celular (41) 9148 4628.

Anúncios

Yip Man

Recentemente, descobri a existência de uma personalidade bastante interessante.

Chinês nascido em 1893, seu nome era Yip Man.

Quem? Yip Man? Mas quem é esse tal?

Um dos grandes responsáveis pela difusão do Kung Fu, no estilo Wing Chun, Yip Man também é conhecido por haver tido como discípulo uma personalidade de destaque nas artes marciais e no cinema: Lee Jun-Fan, mais conhecido como Bruce Lee.

Como tenho especial paixão pelas artes marciais chinesas, que visam a treinar o corpo, o psicológico e o espiritual, não foi preciso muito empenho para que eu me interessasse pela história de Yip Man. Afinal, se o discípulo foi notável e deixava embasbacados aqueles que o assistiam, suspeitei o quão admirável seria seu mestre.

A história de Yip Man é, no mínimo, muito interessante e cativante!

Inspirados em sua vida, existem três filmes. Aconselho e sugiro que assistam, apenas, aos dois primeiros, sequenciais denominados, simplesmente, Ip Man. Na minha singela opinião, o terceiro filme, Ip Man: Nasce uma lenda, deixa muito a desejar se comparado com os dois primeiros.

Ip Man foi filmado em 2008 e teve, como um dos consultores, o filho mais velho do referido mestre do Wing Chun, Ip Chun.

Embora sejam obras semi-biográficas, por conterem pitadas de liberdade criativa dos produtores, o filme mostra aspectos interessantes da vida e da personalidade de Yip Man. O ator que o incorporou (Donnie Yep) foi espetacular!

Os filmes são repletos de significados e exibem muito bem a importância das artes marciais na cultura chinesa, bem como reflete a profundidade contida nas mesmas! Isso porque embasam-se nos ensinamento de Confúcio e transcendem o esporte! Artes marciais chinesas são filosofia, a sincronia perfeita entre o corpo, a energia, a alma, a mente! É significado!

Para quem gosta, as cenas de luta são incríveis! Foram filmadas com primazia e arte! Eu vibrava e me empolgava com cada técnica e movimentos estampados na tela da televisão!

Vale a pena conferir os filmes e dar uma pesquisada, seja na história de Yip Man, seja na cultura chinesa e artes marciais nascidas em tal berço.