Mutações e Adaptações: A fluidez da existência!

O mundo é feito de mutações! A vida, de adaptações!

Percebem quão intrínsecas e dependentes são estas conclusões?

Na verdade, a adaptação nada mais é do que uma forma de mudança ou uma reação à mudança! Assim, conforme o todo está movendo-se em um fluxo fluido, é fundamental que estejamos em harmonia, permitindo que as correntezas nos levem e que nossas mentes sejam tão flexíveis quando uma folha que se deixa cair do galho. Ser flexível e adaptar-se a mudanças não significa abandonar preceitos morais e éticos, princípios e crenças!

Creio piamente nesses conceitos de flexibilização e potencialização da nossa capacidade de adaptar-nos em harmonia com as mutações da existência! Nenhuma adaptação pode ser considerada finda, vez que as mudanças são frequentes e infinitas. Assim, toda adaptação é um fluido que deve serpentear ao sabor das águas e dos ventos, sem nunca estagnar.

A teoria é tão simples, não?!

A prática diverge da essencialidade simplista! Aprender a harmonizar nossa mente e nossa energia com toda essa constante renovação é um trabalho árduo, ainda mais quando somos tão resistentes a mudanças, que, por vezes, nos provocam a sair de uma posição cômoda e agradável, de um momento de felicidade e plenitude que desejamos seja eterno! Bem sei e sei melhor do que podem imaginar, pois sou apegada o suficiente a pedacinhos do meu passado que no passado ficaram e que não posso trazer para meu hoje ou para o meu futuro!

Sabem a conseqüência da resistência à mudança, à adaptação? Sofrimento! Depressão! Desânimo! Bem sei e é contra isso que luto todos os dias, ou melhor dizendo, conforme novos conhecimentos adentram em minha mente, venho tentando não lutar contra as modificações, quero ser um fio d’água a correr conforme corre o mundo!

Prender-nos à rigidez de únicas verdades e possibilidades é contrário à harmonia da vida e da evolução, especialmente a psicológica e espiritual!

É importante e fundamental que sejamos o vento a soprar por todos os cantos, contornando cada estrutura e seguindo seu caminho; que sejamos as águas a percorrerem o mundo, desviando, caindo, seguindo; que sejamos o peixe nadando com a corrente, não contra ela, ou o pássaro voando com as brisas a seu favor.

Aceitar adaptações não significa não lutar pelo que se acredita, não significar ir contra as próprias motivações, é saber utilizar as mudanças e movimentos em prol de cada motivo, cada acreditar, cada lutar, cada respirar e cada viver!

Acredito, então, em duas palavras-chaves à vida e ao caminho para a felicidade, pois implicam na harmonia do nosso ser com o todo, são elas: Mutação e Adaptação!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s