Patronímicos e Matronímicos, uma solução de divergência

Em uma divertida conversa com meu marido, encontramos uma curiosa solução para a problemática apresentada no post Tradições e Revoluções!

Atribuímos a responsabilidade ao divino, ao acaso e à surpresa!

Eis a proposta! Se o primeiro filho a nascer for um menino, todos os filhotinhos terão o patronímico ao final. Se o primeiro filho a nascer for uma menina, todos os filhotinhos terão o matronímico ao final!

Se forem gêmeos, o esquema é o mesmo, mas a forma do parto (se normal ou cesárea) deve ser definida antes da gravidez. Isso porque a ordem dos fatores altera o produto!

Dilema resolvido de forma saudável e uma idéia para outros casais que tenham o mesmo problema!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s