Sobre atitudes e natureza

Para motivo de meu abalo e inconformismo, alguém da minha lista de amigos no facebook citou o seguinte:

 

Seja um horrendo!

As ONGs de direito dos animais, geralmente escolhem bichinhos bonitinhos como a WWF faz com o Panda, para arrecadar fundos, para “salvar” um bicho, que não fará diferença alguma no ecossistema se for extinto , deveríamos parar de nos preocupar com os bichinhos bonitinhos e começar a dar mais aten…”

 

Por motivos alheios à minha vontade, não consegui ler o restante do texto, pois o link resultava em “A página que você solicitou não foi encontrada.“. Entretanto, o pequeno trecho é suficiente para compreendermos parte do entendimento expresso, bem como dá pano para manga (para minha manga…).

Criticar aqueles que têm a coragem de lutar para mudar, para melhor, o mundo e que são ativos na defesa à natureza (e filhos dela) é uma tarefa realmente fácil, ao menos se comparada com a árdua atitude de tomar iniciativa ou de se engajar em projetos.

Neste momento, antes de criticarmos, precisamos nos questionar: “Quantas vezes me mobilizei e a outros para proteger a natureza?”

Dando seguimento, indago: Como é possível afirmar-se que a extinção de um ser não fará diferença alguma no ecossistema? A presença de um animal em determinado ecossistema, ou não, pode acarretar uma série de desequilíbrios, por menor que pareça suas ação e influência ali. A ciência estudou diversas situações, de modo a comprovar que qualquer animal, bonitinho ou não, é importante para o meio-ambiente em que está inserido.

Outro ponto a ser levantado. O fato de a WWF ter como emblema um panda, não significa que a organização arrecada apenas para a salvação desse animal. Como é sabido, o panda é um dos maiores exemplos de animais que estão à beira da extinção, o que é um bom motivo para ser a marca registrada de uma instituição que visa à defesa do meio-ambiente e a impedir que diversos animais sejam exterminados da Terra.

A autor manifestou-se no sentido de que não entendi o texto. A começar, eu gostaria de ler o restante, para aferir se minha interpretação foi incorreta. Independentemente disso, acredito que este primeiro parágrafo foi uma expressão significativa de uma idéia infeliz e infundada, a qual acredito que, realmente, seja compartilhada pelo autor.

Se após ler o texto integral, houver uma mudança em minha interpretação, faço minha promessa de retratação em post específico!

Por fim, para aqueles que desconhecem os serviços de instituições como a WWF, que tal esclarecer alguns pontos (quem sabe se inspirar também): http://www.wwf.org.br/

 

Anúncios

2 respostas em “Sobre atitudes e natureza

  1. Se realmente é o que entendi, acho que a pessoa que escreveu foi infeliz na citação deste trecho "As ONGs de direito dos animais, geralmente escolhem bichinhos bonitinhos como a WWF faz com o Panda, para arrecadar fundos, para "salvar" um bicho, que não fará diferença alguma no ecossistema se for extinto , deveríamos parar de nos preocupar com os bichinhos bonitinhos e começar a dar mais aten…" ou então simplesmente fez uma critica idiota para mostrar o que não tem.

  2. Em minha opinião o bicho mais terrivel é o homem msmo, acha q é grande bosta, mas está bem atrás de mtos seres q evoluiram era, e acham q tem direito de dizer quem tem direito ou não só pq tem consciencia >< Eta bichinho complexo e confuso com ele msmo. Acho q Deus podia ter feito bicho melhor p cuidar dos outros hahahahah >>comentário randon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s